Menu fechado

Notícias

NUTEDS tem novo projeto de pesquisa aprovado

O Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Universidade Federal do Ceará acaba de aprovar mais um projeto vinculado ao NUTEDS. Dessa vez, a ideia é compilar os esforços feitos no âmbito do Programa Mais Médicos pelo Brasil, cuja responsabilidade pela oferta do Curso de Especialização aos profissionais atuantes no programa fica sob tutela do Núcleo, tanto no Ceará quanto no Maranhão.

O projeto de pesquisa tem como título “Problemas de Saúde identificados na população e perfil do profissional inscrito nos cursos ofertados a distância pela Faculdade de Medicina da UFC“. O objetivo é identificar os principais problemas de saúde apontados pelos profissionais nos municípios em que atuam, verificando as intervenções que já foram aplicadas, averiguando se houve mudança nos indicadores de saúde dessas comunidades e propondo melhorias na qualidade de saúde da população atendida pelo Mais Médicos.

O projeto atua em duas frentes. Por um lado, busca-se mensurar o impacto e a importância do programa no que tange aos serviços de saúde em regiões tradicionalmente carentes de profissionais da área. A identificação dos principais problemas de saúde da população atendida na atenção básica possibilitará a seleção de intervenções que apresentem maior efetividade, além do estímulo à sustentabilidade das ações que estão dando resultado positivo. 

Por outro lado, ao se centrar também no perfil dos profissionais inscritos no curso,  busca-se potencializar o ensino. Identificar a proporção de evasão dos profissionais dos cursos à distância ofertados pela Faculdade de Medicina da UFC, via NUTEDS e suas causas poderá gerar intervenções que aumentem a adesão dos alunos em cursos subsequentes.

Sobre a especialização – O Curso de Especialização, Pesquisa e Inovação em Saúde da Família (CEPISF) é ofertado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), por meio do NUTEDS, em parceria com a Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) e está vinculado ao Mais Médicos como atividade obrigatória para todos os profissionais que atuam no projeto. O curso é ofertado na modalidade semipresencial. O NUTEDS coordena a execução e o monitoramento da especialização no Ceará e no Maranhão. Ao todo, mais cinco mil profissionais já passaram pelo curso desde 2010.